Homepage Grupo Opway Homepage Projectos Recursos Humanos Mapa do site Contactos
Estradas
REABILITAÇÃO DA ESTRADA N1 ENTRE NAMACURRA E O RIO LIGONHA - lOTES 1,2 E 3
Inicio de obra: 2006
Fim de obra: 2008
Prazo: 2 anos
Local obra: Namacurra
Valor: 7.812.952,08 €
Descrição:
Com a reabilitação deste troço da Estrada Nacional N1, de importância estratégica para a mobilidade em Moçambique, “fecha-se” a ligação entre o Norte, o Centro e o Sul do país e que possibilita “levar o desenvolvimento integrado às zonas rurais. Zonas onde vive a maioria da nossa população e onde a pobreza é mais acentuada, contrastando com a disponibilidade de vastos recursos naturais”, como afirmou o Exmo Sr. Presidente Armando Guebuza em 6 de Dezembro de 2005 na comunicação sobre o Estado da Nação, apresentada na Assembleia da República. A complexidade dos trabalhos envolviam uma elevada quantidade de materiais a importar o que fez da Logística um dos maiores desafios da obra pois, encontrando-se a 1.800 Km da capital do país, a 500 Km de um porto de águas profundas e a 300 Km de um aeroporto, fazia até do regular abastecimento de cimento e diesel (transportados 500 Km via terrestre) um exercício complexo.

A execução de ensecadeiras, revelou-se uma tarefa árdua dada a inesperada natureza instável dos solos, o elevado nível freático e à existência de fluxos subterrâneos.

Na execução das passagens hidráulicas tipo “pipe culvert” (ø 600 e 900) foi introduzida o sistema de cofragem insuflável (“in situ”) para substituição das manilhas de betão com o mesmo diâmetro, visto que a fábrica mais próxima se encontrava a cerca de 700 Km e não estava certificada (SABS).

De notar também as dificuldades em arranjar pedreiras com material que preenchesse os requisitos das especificações (só 3 em 375 Km) e, não obstante o grande número de rios, encontrar areia em quantidade e com qualidade necessária, revelou-se também uma tarefa complicada. Estes dois factores contribuíram em muito para o agravar dos custos de transporte.
Galeria de Fotos